Quem nunca tentou fazer um regime para emagrecer alguns — ou muitos — quilinhos e desistiu no meio do caminho, que atire a primeira pedra! Pois é, manter a dieta não é nada fácil, mas sabemos também que não é algo impossível, certo?

Não existem segredos para quem quer ter um corpo bonito, basta abandonar os doces, frituras, massas, diminuir a quantidade de alimentos calóricos, comer mais saladas e frutas, alimentar-se de 3 em 3 horas, beber muita água, fazer exercícios e… chega! Só de ouvir tudo isso já dá aquela preguiça, não é mesmo?

Se você já seguiu corretamente todos esses os passos no começo, mas acabou falhando no meio do caminho, não precisa ficar mal. Você certamente não está sozinho nessa!

No post de hoje, vamos apresentar o que fazer para manter uma dieta sem falhar, mesmo que você tenha uma rotina corrida. Acompanhe:

PORQUE É TÃO DIFÍCIL MANTER A DIETA?

O principal motivo que nos leva a falhar no objetivo de emagrecer de forma saudável, mudando os hábitos alimentares e fazendo exercícios, é que isso requer planejamento, dedicação e tempo para atingir os resultados. Nessas horas, o nosso cérebro funciona como um verdadeiro sabotador.

Isso porque quando planejamos uma ação ou acontecimento, nosso cérebro aciona dois mecanismos: o córtex pré-frontal e o sistema límbico, que são os responsáveis por levar o nosso plano adiante. O primeiro é responsável por desempenhar aqueles planos futuros, ou seja, de longo prazo. Já o segundo é conectado diretamente com a parte cerebral que estimula os prazeres imediatos.

Para exemplificar, sabe quando você está diante de uma praça de alimentação cheia de opções deliciosas e pensa: “sigo a dieta e opto por uma saladinha ou como aquela lasanha suculenta e deliciosa”? Enquanto você se questiona, nossos dois amiguinhos estão brigando na sua cabeça.

Para manter o foco no plano, o córtex pré-frontal tenta controlar as vontades e ambições do sistema límbico que, por sua vez, só está pensando no prazer que comer aquela lasanha trará naquele momento.

Entendeu a lógica? Agora vem a melhor parte: nessas horas, sabe por que você acaba escorregando na decisão? Porque a maior fraqueza do nosso amigo córtex é o cansaço. Assim, você já sabe quem costuma sempre vencer essa disputa.

Por isso, por mais clichê que isso possa soar, quando ouvimos falar que o processo de emagrecimento é baseado no foco e na determinação, estamos diante da mais pura verdade. Para manter o foco na dieta é preciso controlar o nosso cérebro e dizer a ele quem manda aqui!

Pensando nisso, para ajudá-lo a vencer essa batalha de uma vez por todas, separamos 5 dicas infalíveis para que você não caia mais nas armadilhas do sistema límbico e estrague a sua dieta. Confira:

1. ESTIPULE METAS

O primeiro passo para facilitar o seu processo de emagrecimento é estipular metas. Quantos quilos você quer perder? Até quando? Defina também o que você vai fazer para conquistar isso.

Aqui, vale um alerta importante: para emagrecer de forma saudável e obter resultados sempre positivos, é importante ter a consciência de que o progresso acontece aos poucos. Não adianta nada entrar na onda das dietas milagrosas que prometem perder peso em uma semana para depois ganhar tudo novamente, e, pior, prejudicar a sua saúde. Concorda?

Dessa forma, qualquer seja o seu objetivo, crie um plano de emagrecimento e estipule de forma consciente quantos quilos você quer e consegue perder por mês.

2. BUSQUE INSPIRAÇÕES

Tenha pelo menos uma inspiração que te motive durante todo o processo. Essa dica é muito importante, uma vez que ela aproxima de forma visual a sua meta, transformando aquilo que você quer em algo real e tangível.

A sua inspiração pode ser uma pessoa que você conhece, uma blogueira fitness, uma história de superação que leu em alguma revista, uma foto sua de quando estava mais magro ou até mesmo uma roupa antiga que gostaria de vestir de novo, por exemplo.

Busque sempre por essas inspirações e imagine-se no lugar delas, com o seu objetivo alcançado. Por fim, antes de começar e terminar o dia, revise seus planos para saber se o que você está fazendo te aproxima ou distancia do seu objetivo.

3. ESCOLHA UMA ATIVIDADE FÍSICA QUE TE DÊ PRAZER

Todo mundo sabe que para emagrecer de forma saudável é preciso se exercitar. A prática de atividades físicas — assim como os bons hábitos alimentares — além de ajudar a perder e controlar o peso, traz uma série de benefícios para todos nós. Tenha isso como a fórmula para uma vida saudável e feliz!

Entretanto, fazer exercícios não deve ser algo chato e cansativo. Se optar por uma prática que seja sacrificante, você provavelmente não vai conseguir levar o projeto adiante. Por isso, é importante escolher uma atividade física que seja perfeita para você.

4. SEJA ADEPTO DAS MARMITINHAS

Se você trabalha fora ou não tem muito tempo, mas ainda assim quer ter uma alimentação saudável sem o risco de cair em tentação, faça você mesmo as suas próprias marmitas!

Preparar as refeições a serem levadas para trabalho ou até mesmo para serem consumidas em casa, no dia a dia, é uma opção prática e bastante eficiente no controle da sua dieta.

Para isso, você deve primeiramente pensar nos alimentos ideais e elaborar o cardápio da semana toda. Após a execução e preparação das marmitas, congele-as. Depois, é só colocar descongelar quando for comer. Muito prático!

Na internet, você encontra várias receitas e sugestões de alimentos para criar as suas refeições. E se você não é muito fã de cozinhar, não tem problema: existem restaurantes especializados em fornecer marmitas saudáveis congeladas! Quem sabe você não encontra algum que te agrade?

5. TENHA CUIDADO AO COMER FORA DE CASA

As lanchonetes e restaurantes — sobretudo os self-services — costumam ser os grandes vilões de quem quer manter uma dieta saudável. Isso porque a variedade de comidas é certamente uma verdadeira tentação.

No entanto, você não precisa abster desse prazer. Afinal, ir a um restaurante na companhia da família e dos amigos é sempre muito bom, certo? Dessa forma, antes de pedir o seu prato, confira todas as opções disponíveis e escolha os alimentos de forma consciente e saudável.

Agora que você já tem em mãos as principais dicas para manter a dieta mesmo com a rotina corrida, que tal colocá-las em prática? Assim, além de perder aqueles quilinhos indesejados, você acaba cuidando da saúde ao se exercitar e alimentar de forma saudável!

Gostou do conteúdo de hoje? Não se esqueça de compartilhar suas dúvidas e opiniões conosco nos comentários!

Fonte: Runway

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *